0 Cistos podem prejudicar a saúde bucal e causar danos no maxilar






O organismo funciona como um instrumento. Quando algo desafina,  há algum problema com o corpo humano. Quando a saúde bucal não está em harmonia, podemos ter a proliferação de bactérias e fungos naturais da região bucal. Cuidar dos dentes não é apenas uma questão de estética, mas  de saúde.
 
O sorriso é o cartão de visitas de qualquer pessoa. É essencial manter uma ótima higiene bucal, pois isso assegura que muitas doenças sejam evitadas. As consultas periódicas ao dentista também são necessárias para se descobrir potenciais problemas em seu estágio inicial, evitando complicações.
 
O cisto bucal é um problema muito comum, que só é descoberto quando são feitos exames radiológicos. Quando se tem  um cisto no dente é necessário tratamento imediato, evitando desta forma a perda do dente ou em alguns casos a necrose do local. O cisto nada mais é que uma cavidade patológica revestida de epitélio, cujo interior contém um liquido ou um material semi-sólido.
 
Na radiologia a imagem aparece como uma densidade homogênea, arredondada ou ovulada, relacionada a um ápice radicular intacto, com rompimento de lâmina dura, neste nível sendo delimitada por uma linha de esclerose óssea, marcadamente opaca. Existem vários estilos de cistos dentais, entre eles temos:
 
  • radicular: tem origem inflamatória, sendo mais comum no maxilar. Provavelmente o dente a que o cisto se ligou está necrosado.
  • dentígero: ocorre devido a uma cavidade patológica resultante na dilatação do espaço. Acomete a maioria das vezes o 3º molar inferior e superior ou caninos superiores.
  • erupção: este cisto muitas vezes não é localizado em  imagens radiográficas. É uma lesão extra-óssea localizada entre o epitélio e a coroa do dente.
  • queratocisto: mais raro, o cisto queratocisto quase não apresenta manifestação clínica evidente. Pode causar dor e tumefação quando alcança grande proporção.
  • gengival: devido a uma pequena inflamação na gengiva.
 
Este problema acomete tanto adultos quanto crianças. Normalmente são assintomáticos, isto é, não existem relatos de dor. A Siga Odontologia indica aos seus pacientes que agendem duas consultas anualmente. Com isso, a probabilidade de se descobrir problemas precocemente é grande.
 
Sobre a Siga Odontologia
 
Mais de 30 anos de experiência e mais de 10.000 aparelhos ortodônticos e implantes dentários instalados, além de inúmeros outros procedimentos, todos realizados por especialistas.  Investimento constante em novas tecnologias, equipamentos, biosegurança e materiais de última geração. Somente profissionais experientes e altamente capacitados com exigência de possuir o título de especialista registrado no conselho regional de odontologia.
 
Cirurgias realizadas em salas operatórias preparadas com todos os cuidados em biosegurança, tais como: Desinfecção do ambiente, paramentação da equipe e do paciente,equipamentos e medicamentos para situações  de emergência, e sedação endovenosa com acompanhamento de anestesista para as cirurgias mais extensas.

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Coisas da Erica Lima © Copyright 2012.|TODOS DIREITOS RESERVADOS| Feito porLaysa layout.
;