0 BICHECTOMIA: O NOVO OBJETO DE DESEJO NAS CIRURGIAS PLÁSTICAS




Kim Kardashian, Angelina Jolie, Jennifer Aniston, Madonna, Jennifer Lopez e Megan Fox. O que essas mulheres têm em comum? Além da beleza e da fama, todas realizaram o procedimento da bichectomia, a plástica que se tornou a sensação do momento no mundo todo. Ela é indicada para diminuir a proeminência da bochecha, melhorando o formato arredondado do rosto, realçando a região malar (maçã do rosto) e resultando em uma face mais magra e harmoniosa.

A bichectomia (palavra que faz referência à bola de Bichat, tecido gorduroso localizado nas bochechas e que foi batizado em homenagem ao anatomista francês Marie François Xavier Bichat, o primeiro a descrever tal estrutura) consiste na retirada de uma porção desse tecido gorduroso das bochechas, por meio de uma pequena incisão realizada dentro da boca. Desta forma, não há cicatrizes aparentes. A cirurgia deve ser realizada em hospital ou clínica com estrutura adequada, e requer sedação e anestesia local.



Apesar de ser considerada uma técnica relativamente simples, a bichectomia é uma cirurgia delicada, pois a bola de Bichat fica localizada muito próxima a estruturas nobres da face: artérias, nervos e ducto salivar. Se o procedimento for realizado por mãos experientes, de preferência, por um cirurgião plástico de confiança, as complicações são raras. Se houver lesão de alguma dessas estruturas, será necessário um cirurgião plástico para a tentativa de reparação.

A recuperação costuma ser rápida. Em geral, o paciente recebe alta no mesmo dia da cirurgia. O inchaço local dura cerca de uma semana, e é mais intenso nos três primeiros dias. O afastamento do trabalho é de 2 a 3 dias, desde que o inchaço não atrapalhe a rotina do paciente. Nesse curto período inicial é necessário repouso relativo, alimentação mais pastosa e menos quente. Compressas frias no rosto ajudam a diminuir o inchaço. Os resultados começam a se tornar visíveis após os primeiros sete dias. Mas só quando desinchar de vez, será possível ver o resultado definitivo, e isso pode levar algumas semanas.


Vale deixar claro que somente um médico experiente poderá indicar o melhor tratamento para a queixa do paciente. O rosto pode parecer largo, por exemplo, devido à hipertrofia do músculo masseter, que pode ser tratada com aplicação de toxina botulínica. Já o excesso de gordura abaixo do queixo (papada) pode conferir ao rosto um formato arredondado, o que pode ser resolvido com lipoaspiração desta região. No caso de flacidez de pele, pode ser necessário um lifting facial ou outros tratamentos para que haja melhora dos contornos da face. Ou seja, busque sempre orientações de um médico especialista e de confiança. Somente ele poderá indicar qual o melhor procedimento para você.


Dr. Luís Felipe Maatz, Cirurgião Plástico, com especialização em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP).

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Coisas da Erica Lima © Copyright 2012.|TODOS DIREITOS RESERVADOS| Feito porLaysa layout.
;