0 Pilates para homens: profissionais explicam o crescimento de adeptos e desvendam os mitos que cercam a prática





Logo que surgiu no Brasil - em 1991, trazido pela dançarina Alice Becker Denovaro -, o Pilates conquistou, primeiramente, o público feminino fazendo com que a prática ficasse associada às mulheres. Os movimentos completos, a concentração na respiração e alongamento presentes na atividade, unidos à crença masculina de que os exercícios físicos só têm efeito se ligados ao “suor e cansaço”, colaboraram para a baixa adesão dos homens a princípio, explica a educadora física e diretora técnica da Personal Work, Adriane Lafemina.
Essa mentalidade, porém, tem mudado aos poucos. A compreensão de que a modalidade trabalha o corpo de uma maneira global trazendo flexibilidade, força, equilíbrio e tônus muscular tem atraído praticantes do sexo masculino para os estúdios de Pilates, seja por indicação médica, seja por não se adaptarem à rotina de exercícios de uma academia.
Um dos fatores que tem gerado essa mudança é o fato de o Pilates auxiliar na melhora da postura, o que, segundo o fisioterapeuta da Club Físio, Heitor Cavalini, é a “reclamação recorrente de homens que procuram o Pilates: dores lombares, resultado de várias horas sentado no posto de trabalho”. Isso se dá pelo fortalecimento do chamado “power house”, conjunto de grupos musculares que abrangem abdômen, coluna lombar e região pélvica, proporcionado pela prática uma vez que, do ponto de vista estético, o abdômem é uma das maiores preocupações masculinas. “As dores nas costas, na grande maioria das vezes, é resultado de um abdominal fraco. O abdômen, por ser o responsável pela saúde da coluna, possui destaque nos exercícios de Pilates. Muitas vezes o aluno que chega até a clínica comunica que faz abdominais na academia, mas mesmo assim sente dores na coluna. A explicação é que o Pilates trabalha com outro tipo de abdominal, ele acessa uma musculatura mais profunda, bem próxima à coluna”, conta Cavalini.
Além dos benefícios adquiridos ao longo da prática, outro ponto positivo é a possibilidade de combiná-la com outras atividades físicas: “O Pilates pode ser conciliado com qualquer prática esportiva, podendo ser usado como treinamento auxiliar na preparação física de atletas e intercalada com atividades aeróbicas como caminhada, corrida e natação, por exemplo”, afirma Adriane Lafemina. Por se tratar de uma técnica funcional, o Pilates também pode ser usado para prevenção de lesões em atletas. Segundo Cavalini, “no Pilates podemos direcionar os exercícios para movimentos que o atleta mais utiliza. Se futebol, por exemplo, trabalhamos com o gesto usual da prática, como chutes e movimentos nos membros inferiores”.



0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Coisas da Erica Lima © Copyright 2012.|TODOS DIREITOS RESERVADOS| Feito porLaysa layout.
;