0 Salões de beleza estão à procura de cabeleireiros qualificados

cuidados com a beleza estão entre as prioridades das brasileiras. O país ocupa a terceira posição no ranking mundial de cosméticos, atrás apenas de Estados Unidos e Japão. Em um setor que não para de crescer, o investimento pode ser rentável. O único problema é a disputa pelos melhores profissionais: os salões estão lotados e os cursos de beleza têm filas de espera.

Os números não deixam dúvidas. O Instituto Embelleze, maior de centro formação profissional de beleza da América Latina, cresceu 25% em 2012, chegando à marca de 310 escolas de beleza e um faturamento de mais de R$ 150 milhões no ano. Só em janeiro, a rede inaugurou 12 novas unidades no Brasil. E a expansão do serviço não ocorre apenas em São Paulo, onde o grupo investe em três novas franquias, mas também por outras regiões do país, como Boa Vista-RR, Itabuna-BA, Natal-RN, entre outros municípios. Em muitos casos, as escolas ainda nem abriram suas portas e já têm turmas completas.

 “As salas estão cheias e temos mil pessoas cadastradas”, afirma o franqueado Fábio Lamberti, que inaugurou a unidade de Juiz de Fora há apenas uma semana. Foi esse mesmo potencial que fez a empresária Jeane Resende inaugurar sua segunda franquia da marca neste mês. A unidade de Ceilândia-DF está pronta para receber até 1.500 alunos simultaneamente. “A cidade vem apresentando um rápido crescimento econômico, o que movimenta o setor de beleza. Com os salões cheios, há mais oportunidades de emprego e mais gente querendo se profissionalizar”, diz.

A capital de São Paulo já possui 40 escolas do Instituto Embelleze e tem espaço para mais. A rede inaugurou três novas franquias: Brasilândia, Grajaú e Interlagos. “Chegamos semana passada e temos duas turmas em andamento no curso de Cabeleireiro Profissional e estamos formando novas. É um mercado promissor, e que está pedindo por profissionais”, explica a franqueada da unidade de Brasilândia, Carla Delorenzo.

O salão Estação Belleza Pura, localizado no Norte Shopping, no Rio de Janeiro, recebe uma média de 150 pessoas diariamente. O negócio, que é focado em reconstrução e tratamento capilar, está sendo impulsionado com os pacotes de beleza. Quem garante os serviços de cabelos ou unhas todo mês, pode ter até 50% de desconto. Com 40 profissionais, o salão de beleza busca pessoas altamente qualificadas para oferecer um serviço diferenciado aos clientes e se equiparar às grandes marcas internacionais. Para isso, fechou parceria com o Instituto Embelleze.

“Para estar à frente da concorrência, precisamos dos melhores profissionais. Contratamos pessoas que já tiveram grandes salões, já foram instrutores e os melhores alunos do Instituto Embelleze, porque eles já saem da escola com formação não apenas teórica, mas também prática e são capazes de garantir um atendimento de excelência”, diz o gestor de operações da marca, Eduardo Tegeler.

O Instituto Embelleze forma cerca de 200 mil alunos anualmente.

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Coisas da Erica Lima © Copyright 2012.|TODOS DIREITOS RESERVADOS| Feito porLaysa layout.
;