0 1° Dia de desfiles do GOFASHION

A primeira noite de desfiles do GOFASHION (8/8) mostrou que o evento já começou sendo um sucesso. A seleta platéia que lotou a Sala de Desfiles, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, aplaudiu com entusiasmo os três desfiles da noite: Adevania Silveira, Código Z e Sallo, respectivamente.

          Além de empresários, imprensa especializada de todo o País e convidados, um ilustre representante do mundo fashion ocupava a primeira fila dos desfiles, o renomado estilista Walter Rodrigues, que na tarde do mesmo dia deu uma interessante palestra sobre Fast Fashion.

          Além dos charmosos modelos que desfilaram as roupas das três grifes, o desfile contou ainda com a presença do ex BBB Yuri Nandes, que desfilou pela Sallo.

          O público aprovou as coleções e a imprensa elogiou a primeira edição do evento, que pretende ser um marco na história da moda de Goiás.














Adevânia Silveira revela a dramaticidade feminina



          O que desejamos? Qual o tamanho do nosso desejo? Para onde o desejo está nos levando? Estas foram algumas das perguntas que inspiraram a dublê de jornalista e estilista Adevânia Silveira a criar a coleção que desfilou na primeira noite do GOFASHION. A dramaticidade do guarda-roupa mostrado pela estilista vai de encontro ao mundo leve e descompromissado que inspira as coleções desta temporada, o que remete ao tema “Encaixotando Barbie”, que norteou a sua coleção. “Minha moda evolui com continuidade. Uma coleção sempre completa a outra, tem uma sequência e meu processo de criação é totalmente intuitivo, de um planejamento muito básico”, explicou a estilista.

          O desfile de Adevânia Silveira chamou a atenção da plateia por unir a feminilidade da mulher moderna a um ar retrô, marca registrada da estilista que dá nome à sua grife. Tecidos leves foram marcados por uma explosão de grafismo, que ganharam movimento com os recortes das peças. A fluidez é garantida por formas e tecidos, com uma cartela de cores compostas por off-white, rose, cinza, marinho e preto.

          Adevânia conta que tira ideia para a sua moda das impressões que tem diante da vida, principalmente da arquitetura e da arte. “Não leio revistas de moda. Gosto mesmo de ler revistas de arquitetura e vejo nas formas e volumes inspiração que transponho para a moda”, encerrou.





Código Z mostra suas coleções feminina e masculina



          A homenagem ao Nordeste, que destaca a aridez dos tons e usa a frase “Carcará come inté cobra queimada” como tema, norteou o desfile da Código Z na primeira noite do GOFASHION, evento que prossegue até nesta sexta-feira, dia 10/8. A grife de moda feminina e masculina mostrou a versatilidade do jeans em peças como calças, shorts e bermudas e lançou, em Goiás, o jeans resinado como forte tendência.

          A coleção feminina deu destaque às calças botton up, super skinny e stretch cigarret, que marcam a silhueta da mulher e fica ainda mais sensual com estampa de animal printed. A cobra exótica reina soberana na coleção da Código Z e é mostrada nos tons black e tingimento castanho, o que cria um efeito dourado nas peças. Outra arma da Código Z para seduzir seus consumidores foi o uso, e abuso!, do jeans resinado na coleção feminina. São peças confortáveis, apesar de sua aparência pesada e brilhosa, e que transformam um look simples em um visual bem sexy.

          Já a moda masculina da Código Z, que inclui os acessórios como os descolados cintos mostrados no desfile do GOFASHION, apostou na versatilidade como peça chave desta coleção. As modelagens versatility, stretch, division e authentic foram complementadas pelas bermudas cargos, mais soltas no corpo e confeccionadas com brim estampado e, é lógico, com o unânime jeans.



Sallo apresenta moda inspirada na Europa



          Roupas que acompanham a tendência da moda europeia. Esta foi a ideia que norteou a produção do desfile da Sallo, conforme explicou o empresário Marcos Antônio Alves da Silva, proprietário da marca. Cores vivas, recursos conquistados através de uma tecnologia de ponta e uma preocupação extrema com a qualidade foram os itens apresentados na coleção que encerrou a noite de desfiles do GOFASHION. “Queremos mostrar para o Brasil que a moda de Goiânia é muito interessante”, revelou Marcos Antônio, lembrando que a moda masculina produzida pela Sallo não deixa a desejar, principalmente em relação a famosas grifes estrangeiras. “Temos tecnologia suficiente para produzir peças exclusivas, com tecidos diferenciados e uma modelagem perfeita”, reforçou o empresário.

          Marcos Antônio participa de todo o processo de criação e destaca que a grife busca inspiração nos locais mais inusitados. “Já tive ideias a partir de cenas que vi na Europa e também em um posto de gasolina no Brasil”, disse, mostrando a versatilidade da inspiração que permite que a Sallo tenha roupas tão diferenciadas.

          Exclusivamente masculina, a Sallo apresentou um desfile colorido e que destacou o rosa como cor que há tempos deixou de ser exclusiva do guarda-roupa feminino. “Na Espanha, por exemplo, para todo lado que se olha só enxergamos o rosa”, comentou o proprietário da Sallo. O desfile da grife no GOFASHION mostrou uma marca que alia irreverência, design arrojado e peças confortáveis e bem elaboradas.

CRÉDITO FOTOGRÁFICO: Flávio Isaac

0 comentários:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Coisas da Erica Lima © Copyright 2012.|TODOS DIREITOS RESERVADOS| Feito porLaysa layout.
;